Floralis Generica

Buenos Aires : Primeiras impressões

Cidade bem arborizada, Buenos Aires é uma cidade metropolitana bem convidativa. Andando pelas ruas argentinas, você vai encontrar com várias pessoas caminhando com seu cachorrinho e até mesmo profissionais qual a função é levar os vários cachorros que estão sob seu cuidado para passear.



Buenos Aires

Os hermanos podem ser mais receptivos do que imaginamos. Logo na minha chegada no aeroporto, fui até o ponto de ônibus para seguir em direção ao hostel. O que eu não sabia é que não se pode pagar a passagem em dinheiro. A passagem é paga através do cartão de transporte chamado Sube. Ao fazer a cara de interrogação ao motorista e tentar explicar usando meu portunhol ‘super’ afiado, ele simplesmente nos mandou pra dentro do busão e não cobrou um tostão.

»» Mochilão na América do Sul : Dicas de roteiro

Transporte Público

Construções de Buenos Aires

O transporte público é bom. Tem ar condicionado e a passagem é barata . O que atrapalha o ônibus é o trânsito. Aliás, o trânsito é horrível e lembra um pouco São Paulo. Meio desorganizado, carros se cruzando, buzinas, gente estressada. E muito, muitos carros.

O cartão custa 25 pesos argentinos. Comprei no dia seguinte e recarreguei com 75 pesos, o que da mais ou menos 10 passagens. Você pode comprar o cartão Sube em qualquer lotérica.

O metrô utilizei apenas uma vez. Eu não sei se era hora de pico, mas lata de atum define bastante a viagem que fiz desde a Casa Rosa até Palermo. Além de ficar todos apertados, você precisa aguentar o calor e se retorcer pra ficar perto de uma janela, que é onde entra aquele ‘arzinho’ durante a corrida.

Utilizei Uber algumas vezes. A média de corrida ficava em 80 pesos. Mas o preço é bem concorrido com o do táxi. Uma vez utilizei Uber pra ir em uma tal de feirinha de Natal. Foi bem rápido e eficiente, custou 80 pesos. Na volta peguei um táxi, que ficou 73 pesos mas como só tinha nota de 100 e ele não tinha troco, ficou em 50 pesos. Mas o que sempre faço é negociar antes de entrar no taxi.

»»10 países para viajar sem visto

Hospedagem

Fiquei hospedada no Hostel 7030 em Palermo, região cheia de barzinhos de Buenos Aires. Pra falar bem a verdade, as fotos do Booking elevam muito sua expectativa em relação a realidade. O hostel é bem limpo e organizado. O que deixou a desejar um pouco foi a questão da triliche. Eu como todos os meus 1.53 metros de altura tive que ficar lá em cima. Era quase uma escalada para chegar até lá. Outro ponto que foi bem ruim foi o fato do quarto ter 9 pessoas e um ventilador bem cansado que não conseguia dar conta do calor de dezembro resultando num ambiente bem abafado e mal arejado.

Hostel 70 30
Hostel 70 30

Ah, não tem tomada por cama. Então você precisa achar por ali pelo quarto uma tomadinha ou um ‘T’ pra carregar seu celular.

O banheiro e ducha das meninas ficava no andar de baixo. Café da manhã não era incluso e se custava 40 pesos. Tinha café, suco, leite, chocolate em pó, uma fruta por pessoa, pãozinho integral (muito gostoso) e normal.

O barzinho do hostel apenas abre de sexta a domingo. Mas o hostel fica bem localizado, perto de mercados, bares e restaurantes. Bem no coração de Palermo.

Restaurantes

Heisenburger
Heisenburger

Comi um lanche incrível no Heisenburger. Talvez foi devido a fome a cansaço de andar por 1 hora procurando um restaurante que aceitasse meu cartão pré-pago da Confidence. A maioria apenas aceita cartões da bandeira Visa, e o meu cartão é Mastercard. No final das contas acabou valendo a pena porque o lanche é enorme, tanto que comi só metade. Vem acompanhado com batata rústica bem apetitosa. Pedi uma cerveja avermelhada que eu infelizmente esqueci o nome, mas o gosto era meio amarga e meio doce. Uma delícia. Sem contar que a decoração do bar/restaurante era todo ao estilo ‘Breaking Bad‘.

»» Seguro de Viagem Internacional – Você sabe como funciona?

Conhecendo Buenos Aires

Galerias Pacífico
Galerias Pacífico

Meu planejamento inicial era conhecer os pontos principais de Buenos Aires em apenas um dia. Esse plano foi por água abaixo quando percebi o quão difícil é a locomoção em Buenos Aires por conta do trânsito. A ideia inicial era pegar o ônibus do Jardim Japonês e ir até o Caminito. O que era para demorar cerca de 30 minutos, levou quase 2 horas que foi quando eu desisti e acabei encurtando o passeio para o “final” do planejamento que era ao redor da Plaza de Mayo.

Para evitar qualquer transtorno do tipo, reserve ao menos 2 dias para visitar Buenos Aires. O trânsito as vezes pode acabar atrapalhando todo seu planejamento.

Ônibus em Foz do Iguaçu : Como utilizar

Utilizei o ônibus em Foz do Iguaçu para tudo. Desde o aeroporto até o hostel, e também para ir as atrações.
Para quem quer economizar, o utilizar o ônibus em Foz do Iguaçu é o meio certo.


Ônibus em Foz do Iguaçu

A passagem custa apenas 3,45. Você compra a passagem diretamente com o cobrador, dentro do ônibus. Então não se esqueça de levar sua bolsinha de moedas.

Ônibus Cataras Argentinas
Ônibus em Foz do Iguaçu

Andar de ônibus em Foz do Iguaçu é uma aventura que só os mochileiros sabem. Os ônibus quase sempre estão lotados e algumas vezes com mochileiros com suas mochilas enormes nas costas. Mesmo assim, os motoristas não fazem miséria. Enfiam o pé no acelerador e dão aquelas freiadas, que você sente sua alma chegar lá nas Cataratas e voltar. A aventura é tanta, que uma das gringas que conheci no Hostel, pra ela um passeio de ônibus foi o suficiente pra ela desistir de ir de novo.

»» Seguro de Viagem Internacional – Você sabe como funciona?

A frequência dos ônibus não é tão boa. Vale a pena conferir na internet os horários de ônibus pra não ficar plantada no ponto de ônibus (e tomando um bronze). Apesar disso, o ônibus de Foz de Iguaçu é muito prático. Eles passam na frente de todos os pontos turísticos e são muito bem identificados. Além dos ônibus para as Cataratas, você ainda consegue ir para o Paraguai e para a Argentina.

O ônibus que faz todo o trajeto em Foz do Iguaçu é o de número 120. Utilizei ele para ir do aeroporto até o Hostel, ir para a Represa Itaipu e ir para o Paraguai. Ele passa por toda a Av. Brasil, ou você pode pega-lo no terminal.

Aeroporto

Como eu citei acima, utilizei o ônibus para ida e volta do aeroporto. O ônibus para lá dentro mesmo do aeroporto. Logo que você sai da porta de desembarque, você consegue ver a plaquinha do ônibus. Certifique que o ônibus está indo em direção centro (e não Cataratas), e embarque. Pague os 3,50, segure firme e desça no seu ponto de destino.

»» Dica : Como adiar ou antecipar seu voo

Paraguai

Fronteira Paraguai
Fronteira Paraguai

Para ir ao Paraguai, peguei o ônibus 120 na Av. Brasil, direção centro. Pergunte ao motorista qual é o ponto que deve descer, pois ele para próximo a fronteira. Quando você ver uma muvuca de pessoas e muita sujeira, é ai que você deve descer. A partir dali, o ônibus segue em direção a Represa Itaipu (ponto final).

Sei que também tem um ônibus que te deixa lá dentro da Ciudade del Este. Para pegar este ônibus, você deve ir na frente do Terminal, na Av. Juscelino Kubitschek e comprar a passagem direto com o motorista, que sai por volta de 4,50 por pessoa.

Pra mim, escolher o ônibus de Foz do Iguaçu para ir ao Paraguai, e parar antes de fronteira, foi a melhor escolha. O transito estava super parado e estava muito calor, já que fui em dezembro. Da fronteira até a Ciudad del Este, não da nem 20 minutos. E ao menos você sente um ventinho ao através a Ponte da Amizade.

Argentina

Ônibus Cataras Argentinas
Ônibus Cataras Argentinas

O ônibus para a Argentina foi a mesma coisa. Peguei o ônibus que tinha a placa “Argentina” (dãh, óbvio rs) na Av. Brasil. Você paga apenas 5 reais diretamente para o motorista. Este ônibus pelo menos tem ar condicionado. O trajeto dura cerca de 30 minutos.

Na fronteita, todos devem descer do ônibus e apresentar o RG ou passaporte na imigração. O motorista aguarda até que todos passem pela imigração argentina e assim, continuarmos a viagem.

Pedi para o motorista informar quando fosse o ponto das Cataratas. Logo depois que embarcamos no ônibus, não deu nem 10 minutos, ele parou e disse que ali era o ponto.
Atravessamos a rua para um ponto de ônibus. Ali se passa o ônibus que vai para as Cataratas Argentinas.

»» Mochilão na América do Sul: Dicas de roteiro

Apareceu um taxista querendo cobrar 30 reais por pessoa, já que o ônibus era 25. Preferimos aguardar o ônibus. Logo o ônibus chegou e fizemos o pagamento para o motorista. Era um ônibus de leito, com ar condicionado e muito confortável. E assim, chegamos até as Cataratas!

Para voltar, foi a mesma coisa. Só que o ônibus circular de volta para Foz do Iguaçu demorou uma eternidade. O que acabou arruinando nosso passeio até as Três Fronteiras. O que deixou um “motivo” para poder voltar para visitar as Cataratas 😉

Como utilizar ônibus em Foz do Iguaçu

Fique na melhor região de Foz do Iguaçu, com conforto e pagando pouco. CLIQUE AQUI e veja as melhores opções de Hospedagem em Foz do Iguaçu.

Não dê bobeira. Viaje com segurança e tranquilidade. CLIQUE AQUI e ganhe um CUPOM DE DESCONTO para seu Seguro de Viagem.

Planeje sua viagem a Foz do Iguaçu agora mesmo. CLIQUE AQUI e compre seus tickets para as atrações em Foz do Iguaçu, e evite files.

Trabalho em Navio: Quando a vida te abre uma porta

E aí pessoal, é com esta imagem que começo esse texto sobre trabalho em navio – e agradecendo a você, minha amiga, que abriu as portas de seu espaço para que eu possa abrir a porta do meu mundo para todos vocês. Por que a vida é assim, feita de portas e foi numa dessas portas que entrei, e me dei de cara com o mundo.



Prazer, meu nome é Bruno, não Bruno Mars mas é no mar que eu vivo (hahahah essa foi muito boa). Sabe quando você ta no fundo do poço e acha que nada vai dar certo? (faculdade não ta legal, namoro não ta legal, emprego não ta legal) e você se pega pensando: é só isso? A vida não pode ser só isso. Não é isso o que eu quero. Eu quero o mundo todo!

⇒ Segue no Instagram @theworldismeu

Quando a vida te abre uma porta
Licença aqui tô entrando

Trabalho em Navio : Quando tudo começou

Foi num dia desses, deitado me recuperando de um tratamento, um post do Catraca Livre “Conheça a Vida a Bordo – trabalho em navio cruzeiro”. Foi aí que tudo começou.

Busquei agências de emprego e me cadastrei. A primeira foi a Portside que me respondeu quase que de imediato. Fiz entrevistas e arrumei documentos, o que aconteceu tudo muito rápido, exceto a data de embarque que até hoje não saiu.

“Cansei meu! Não vou esperar!”. Busquei uma outra agência, a Infinity, e foi essa que deu certo. Vocês já devem imaginar o resto, né?! Ansiedade… chega logo…

Partiu Navio

Cordilheira dos Andes
Cordilheira dos Andes

Chegou o dia. E foi essa a vista da Cordilheira dos Andes que me tirou o fôlego e fez cair a fixa: “Cara, tá acontecendo. Tá realmente acontecendo”. A porta do mundo abriu.

»» Santiago do Chile : Embalse el Yeso e Baños Colina

Ushuaia : Primeira Porta do Mundo

Ushuaia
Ushuaia

O navio partiria do Chile em direção a Ushuaia, na Argentina. Ushuaia é uma cidade da Argentina e capital da província da Terra do Fogo, Antártica e Ilhas do Atlântico Sul. Seu nome provém do idioma indígena yagan: ushu + aia (fundo + baía = baía profunda). Ushuaia é o lugar perfeito pra quem gosta do silêncio e do friozinho (embora seja a terra do fogo).

O navio atracou no porto no qual você sai de frente com a famosa placa que diz “Fim do Mundo”. Dali você pode partir para excursões como pelo Canal Beagle que leva até a Ilha dos Lobos e Le Eclaireus.

»» Buenos Aires : Primeiras impressões

Infelizmente pra você que curte uma balada, a vida noturna Ushuaia deixa a desejar. Mas isso também não quer dizer que não tenha diversão. Lá você pode encontrar o Ice Bar que desafia os teus sentidos em uma experiência fenomenal.  Você poderá conhecer uma galeria temática sobre a Antártida, ingressar em um túnel de gelo com capas luvas e crampons, observar esculturas de gelo e degustar do open bar com bebidas a vontade.

Porto de Ushuaia
Porto de Ushuaia

Essa foi a primeira porta para o mundo que a vida me abriu, em fevereiro de 2017. Hoje somando exatamente 43 países visitados, centenas de cidades, milhares de lembranças das vezes que me perdi pelos cantos do mundo, e me encontrei em todos eles.

Espero que tenham gostado desta visita, voltarei mais vezes para que vocês possam ver o mundo, o meu mundo.

Abraços 😊

Intercâmbio : Aprender Espanhol

Intercâmbio: aprender espanhol gastando menos

No ranking dos idiomas mais procurados, a língua espanhola está em 2º lugar, de acordo com uma pesquisa feita pela BELTA (Associação de Intercâmbios). O desejo por aprender espanhol fica atrás somente da língua inglesa que é o 1º no topo. O francês ocupa a 3º colocação.

Saber falar “¡Hola! ¿Qué tal?” (“Olá! Tudo bem?”) é o sonho de milhares de brasileiros, que têm à disposição um leque repleto de destinos para aprender. De acordo com o especialista em carreira e educação internacional e diretor da IE intercâmbio, Marcelo Melo, os destinos mais próximos e atraentes são Argentina e Chile, porém, há opções como a Espanha também.



Entre os nossos vizinhos latino-americanos, é possível aprender espanhol em cidades como Buenos Aires, Córdoba, Puerto Madryn e Ushuaia, na Argentina; e Santiago, no Chile. Na Espanha estão as cidades “direto da fonte”, como Barcelona, Palma de Mallorca, Alicante e Madri.

“Depois do inglês, saber falar espanhol é requisito para o mercado de trabalho. Por isso, a grande procura. E, os aspectos que mais influenciam na escolha do destino estão o câmbio favorável, a qualidade de vida, a relação estudo e trabalho, a infraestrutura de acolhimento dos alunos e a facilidade no processo do visto”, explica Marcelo.

Aprender Espanhol

Aprender Espanhol no Chile
SANTIAGO DE CHILE, CHILE

Entretanto, uma viagem de intercâmbio não se define apenas no destino. Mas, também em tudo o que os estudantes ali poderão explorar. Já em termos culturais, cada país tem suas particularidades e encantos, além das diversas opções de passeios, vida cultural, gastronomia e etc.

Confira as dicas da IE intercâmbio de alguns dos destinos mais procurados para aprender espanhol:

Argentina

Algumas cidades são famosas e conhecidas por suas particularidades e pontos turísticos. Nossa vizinha tem atraído os intercambistas devido à sua proximidade com o Brasil e a possibilidade de viver uma imersão cultural sem ir muito longe. Também é um país adaptado para recepcionar pessoas do mundo todo. As opções na terra de “los hermanos” são:

Buenos Aires

2 semanas de curso de espanhol (25 lições/semana);

2 semanas em casa de família, quarto individual, café da manhã;

Taxa de matrícula;

Parcelas a partir de R$ 486,51

Córdoba

4 semanas de curso de espanhol (25 lições/semana);

4 semanas em casa de família, quarto individual, café da manhã;

Taxa de matrícula;

Parcelas a partir de R$ 707,64

Alicante

2 semanas de curso de espanhol (25 lições/semana);

2 semanas em casa de família, quarto individual, café da manhã;

Taxa de matrícula;

Parcelas a partir de R$ 368,18

Chile

Situado na América do Sul, o Chile é um dos países que mais atraem os brasileiros por conta do valor da moeda e da proximidade territorial. Um país cercado de montanhas com características europeias mescladas com raízes latinas.

Santiago

4 semanas de curso de espanhol (25 lições/semana);

4 semanas em casa de família, quarto individual, café da manhã;

Taxa de matrícula;

Parcelas a partir de R$ 798,89

Espanha

O destino é possui uma localização privilegiada e chama atenção devido ao fácil acesso para os países vizinhos. As opções para o intercâmbio na Espanha variam de Norte a Sul. Por ser um país rico em tradições regionais, histórias, gastronomia e culturas, os estudantes podem escolher como destino:

Palma de Mallorca

2 semanas de curso de espanhol (25 lições/semana);

2 semanas em casa de família, quarto individual, café da manhã;

Taxa de matrícula;

Parcelas a partir de R$ 406,52

Madri

2 semanas de curso de espanhol (25 lições/semana);

2 semanas em casa de família, quarto individual, café da manhã;

Taxa de matrícula;

Parcelas a partir de R$ 422,88

Sobre a IE intercâmbio

A IE é uma das maiores redes de intercâmbio cultural do Brasil, com agências de norte a sul do país. Especialista em intercâmbio de estudo, trabalho ou universidades no exterior é uma das empresas mais reconhecidas e tradicionais do segmento. Para estudar no exterior, fazer high school, viajar nas férias ou ter uma experiência de trabalho, a IE oferece intercâmbios para todas as idades. Acesse o site Oficial: www.ie.com.br

Redes Sociais IE intercâmbio

 https://www.facebook.com/IEintercambio
 https://www.instagram.com/ieintercambio/
 https://twitter.com/ieintercambio 
 https://www.youtube.com/user/ieintercambio 

Divulgação: Rojas Comunicação

Tel. (11) 3675-4940

Roteiro de Mochilão na América do Sul

Mochilão na América do Sul : Dicas de roteiro

Após as aventuras na Europa, chegou a hora de me aventurar em um Mochilão na América do Sul. O objetivo é em apenas 15 dias conhecer um pedacinho de 5 países: Paraguai, Argentina, Uruguai, Chile e .. Brasil.

Foz do Iguaçu, Ciudad del Leste, Buenos Aires, Montevidéu, Punta del Este, Mendoza e Santiago. Esse vai ser o roteiro durante o Mochilão na América do Sul. O tempo é curto, mas é o suficiente pra conhecer o melhor de cada lugar.



Mochilão na América do Sul : Roteiro

Foz do Iguaçu

O roteiro vai começar conhecendo as Cataratas do Iguaçu, por 3 noites. Pra aproveitar o embalo, no primeiro dia vou dar um pulinho na Ciudad del Este, no Paraguai. O segundo dia estará por conta das Cataratas brasileiras, e no terceiro dia será a vez do lado argentino.

»» Reserve aqui seu Hotel em Foz do Iguaçu

Buenos Aires

O próximo check-in do roteiro do Mochilão na América do Sul será em Buenos Aires, por 2 noites. O objetivo aqui é aprender a dançar tango, ou pelo menos pagar mico tentando.

»» Reserve aqui seu Hotel em Buenos Aires

Montevidéu

Em Montevidéu ficarei por 2 noites. A opção mais barata para ir até lá a partir de Buenos Aires é através de barco. As empresas que oferecem isso são Buquebus, Colonia Express, Seacat Colonya e Cacciola. Uma dica pra deixar seu trajeto ainda mais em conta é comprar a ida de uma empresa e a volta de outra, caso o preço compense.

»» Reserve aqui seu Hotel em Montevidéu

Punta Del Este

Em Punta del Este também fico por 2 noites. A opção mais barata para chegar lá a partir de Montevideo é através do ônibus metropolitano, que sai da rodoviária de Montevideo direto para Punta del Este. Cidade litorânea, o objetivo aqui é relaxar na orla de uma das praias que a cidade oferece.

»» Reserve aqui seu Hotel em Punta Del Este

Mendoza

Em Mendoza fico por 2 noites. Confesso que esse é um dos passeios mais esperados por mim. É aqui que faço o primeiro passeio para a Cordilheira dos Andes. Esse passeio é conhecido como Alto Montaña que proporciona vistas maravilhosas do pico mais alto de toda a Cordilheira, o Cerro Aconcágua.

»» Reserve aqui seu Hotel em Mendoza

Santiago

No meu último destino no meu Mochilão pela América do Sul vou ficar por 4 noites. Confesso que é o destino mais esperado. Vou dividir os dias em: Centro Histórico, Cajon del Maipo e Vinã del Mar com Valparaiso.

O tour Cajon del Maipo é o segundo passeio mais esperado por mim. O Cajón del Maipo está localizado a 100km de distância de Santiago, aos pés da Cordilheira dos Andes. Os principais pontos de interesse são as piscinas naturais de águas termais (Banõs Colina e Baños Morales) e o Embalse El Yeso.

»» Reserve aqui seu Hotel em Santiago

Viña del Mar e Valparaiso são cidades litorâneas mais famosas do Chile. Essas cidadezinhas que ficam uma do lado da outra são banhadas pelo Oceano Pacífico e ficam localizadas cerca de 130km de Santiago. As duas cidades vou conhecer em apenas 1 dia.

Para fazer esses dois tours, Cajon del Maipo + Viña de Mal e Valparaiso, contatei a agência Destino Chile. A Amanda foi super atenciosa e me ajudou a decidir os passeios que gostaria de fazer, de acordo com o tempo que tenho.

Apesar de não ser um tour privado, eles oferecem a comodidade de busca no seu hotel/hostel. E além desse conforto, você ainda ganha degustação de vinho e petiscos com vista pra esse lugar aqui ó :

O passeio da Cordilheira dos Andes ficou em $55,000 (mais ou menos R$ 305.56) e Viña del Mar com Valpaiso $24,750 (mais ou menos R$ 137.50).

Vou deixar aqui os contatinhos pra você não perder essa oportunidade, tá?!

Cordilheira dos Andes com Destino Chile