Embalse el Yeso e Baños Colina : Bate volta de Santiago

Um dos passeios bate volta que fiz no Chile durante meu Mochilão na América do Sul, foi no Embalse el Yeso e Baño Colina. Esses dois lugares estão começando a ficar conhecidos pelos turistas. E não é pra menos. Localizado aos pés das Cordilheiras dos Andes, o passeio oferece cenários incríveis.

»» Também fui pra Viña del Mar e Valparaíso, clica aqui pra ver também ! ..



Cajon Del Maipo

Cajon del Maipo - Cordilheira dos Andes
Cajon del Maipo

O Cajon Del Maipo fica a cerca de 100km de Santiago, bem aos pés da Cordilheira dos Andes. É formado por pequenos vilarejos, vales, montanhas e rios. E é lá que você vai achar Embalse el Yeso e Baño Colina.

Embalse el Yeso e Baños Colina : Como chegar?

Diferente de Viña del Mar e Valparaíso, não existe nenhum transporte público que vá até o local. Para chegar até lá você precisa contratar uma agência ou pode arriscar em ir por conta própria, alugando um carro.

A estrada até lá é um tanto perigosa. É cheia de curvas, buracos e até mesmo animais e pequenas cachoeiras invadindo a estrada. E se você for no inverno, é bem provável que as estradas estejam cheias de neves. Então, muito cuidado se optar em ir de carro, tá?!

»» Como ir para Valparaíso e Viña del Mar

Fechei um pacote com a Destino Chile. Tanto para ir para Embalse el Yeso e Baño Colina, como também para ir para Viña del Mar e Valparaíso em um outro dia. A van passa buscar cada passageiro em seu devido hotel/hostel. Juanito, nosso guia super fofo, passou lá no hostel às 6:30 em ponto. Ele fala portunhol e agitava a van com uns funks rs. Ah! Fora a bugança, a gente também teve momento cultura com fatos históricos e curiosidades de Cajon del Maipo.

O valor fica em cerca de $46.750 pesos chilenos.

San José del Maipo

Antes de chegar a Embalse el Yeso e Baño Colina, fizemos uma parada foi para tomar um cafezinho em San José del Maipo, que é um pequeno vilarejo fundado em 1792. O “engraçado” são as várias placas informando sobre cuidados com o Vulcão São José.

Lá peguei um café, água grande, empanada e um bolo por 3.500 pesos chilenos. De novo me dei mal com a empanada. Supostamente era pra ser de carne, mas na verdade foi mais pra empanada de cebola com pedacinhos de carne. Quem realmente comeu a empanada foram os cachorros de rua. Aliás, ali tem muito cachorro. Quando sai no mercadinho com a empanada na mão, uns 6 cachorros me seguiram até a pracinha em frente, igual uma procissão.

Embalse el Yeso

Águas cristalinas de Embalse el Yeso
Embalse el Yeso

Localizado a 2.500 metros do nível do mar, chegamos a Embalse el Yeso. A primeira expressão que tive foi “ual”. Sim, é impressionante. Apesar do tempo nublado, frio e com chuvisco, o Embalse el Yeso não consegue ficar feio.

É incrível saber que o Embalse el Yeso é um lago artificial de águas azul turquesa (quando fui tava verde rs) e que possui 253 milhões de metros cúbicos de água, que abastecem Santiago e toda a região metropolitana. Ele foi construído por homens para o represamento do rio Yeso, o que levou 10 anos para terminar.

Las Cascaras

Las Cascaras
Las Cascaras

A próxima parada foi na Las Cascaras. Foi aqui onde ficava o alojamento do pessoal que trabalhou na construção do Embalse el Yeso. Hoje não existe mais nada aqui, apenas história e um cenário de tirar o folego.

Baños Colina

Termas naturais
Baño Colina

O Bãnos Colina fica localizado a 3.500 metros de altitude. Aqui fica localizado as piscinas naturais de águas termais. Pra mim, o Destino Chile deixou a melhor parte para o final rs.

Quando cheguei fiquei em dúvida se entrava ou não, porque o tempo tava bem frio. Mas mesmo assim fui lá, firme forte, me trocar. Lá tem dois banheiros onde você pode colocar seu biquininho rs.

Descobri que para as piscinas, não tem tempo ruim ein. As águas com temperaturas de 20 a 70 graus foram o ponto alto do passeio. Passei o último dia do ano relaxando em águas termais e admirando as cordilheiras. Tem coisa melhor que isso?!

O momento “diva” acabou quando o tempo acabou e tive que tomar banho de água fria. A água das termas é salgada, então deixa você “branca” de tanto sal. Pra infelicidade, a água do banheiro é extremamente gelada. E não tem jeito, tem que encarar ou voltar pra Santiago cheia de sal.

Piquenique

Destino Chile
Piquenique Destino Chile

Pra finalizar o passeio, o Juanito da Destino Chile preparou um super piquenique pra gente aos pés da Cordilheira. Tinha vinho, salame, queijo, pãozinho .. Foi um momento super agradável pra todos descontraírem e aproveitarem a paisagem deslumbrante brindando com uma taça de vinho.

»» Vai viajar ? Saiba como funciona o Seguro de Viagem

Última parada ..

Paramos em uma lanchonete em San José del Maipo para comes e bebes, e ida ao banheiro, antes de voltarmos para Santiago. Aqui eu comprei apenas um chocolate quente pra dar aquela esquentada e tentar recuperar o estômago judiado pelas empanadas. Achei o chocolate quente uma delícia. Sei lá o que tinha naquilo, mas parece que tinha umas lasquinhas de laranja. Custou apenas 500 pesos chilenos.

Depois de aproveitar ao máximo Embalse el Yeso e Baños Colina, seguimos de volta para Santiago.

Bora pra Santiago?

Não precisa nem falar, porque eu sei que você ta aí se remoendo de vontade de ir pro Chile e ir curtir Embalse el Yeso e Baños Colina, né?!

Então vou te ajudar a organizar sua viagem pra ficar tudo fácil e tudo lindo. Faz assim, entra em contato com a Amanda, do Destino Chile, que ela é um amor de pessoa e vai montar um roteiro super chique pra você. Coisa é que não falta pra fazer lá por Santiago e a Destino Chile são super experts nesses paranauê.

Olha aqui o contatinho:

Valparaíso e Viña Del Mar com Destino Chile

Entrevista no consulado americano

Dicas para entrevista no consulado americano

Acho que todo mundo fica super pirado pensando em como se comportar e como se vestir na sua tão esperada entrevista no consulado americano. Certo?



Confira algumas dicas para a entrevista no consulado

VESTUÁRIO

Geralmente, segundo especialistas em entrevista para Visto Americano, existe uma consideração de que a roupa “traduz” a pessoa à vista do Consul. No geral, roupas de cunho vulgar (Decotadas, espalhafatosas, curtas) não passam uma boa impressão para a entrevista no consulado.

Roupas informais, como camisetas de alça e chinelos, também devem ser evitadas. A opção, preferencialmente, deverá ser pelo uso de roupas sociais, adequadas ao momento sério, que é como deve ser encarado a entrevista no consulado.

Mais não precisa ir vestido pra casamento, não é preciso investir tanto assim.
Acho que uma calça jeans e uma camisa social já é o bastante. E mulheres, se não quiserem acabar com seu pé aguardando horas na fila, esqueçam o salto! 

COMPORTAMENTO NA ENTREVISTA

1. Jamais minta ou tente enrolar – Faltar com a verdade, ou tentar enrolar, poderá acarretar negativa de Visto ou dificuldades futuras em um novo requerimento.

2. Discursos e elogios falando sobre as belezas naturais e o povo Americano em nada ajudarão na entrevista. Olhe nos olhos do entrevistador e seja direto. os Vice-Cônsules esperam que você responda todas as perguntas de forma objetiva.

3. Evite contradições – Provavelmente, todas as perguntas que lhe serão feitas pelo Cônsul, já estarão respondidas no Formulário DS-160. Responda calmamente e com clareza. Seja claro e preciso – Responda as perguntas de forma clara e concisa.

4. Não faça piadas – O momento é de seriedade. Não ria à toa, nem faça piadas, seja ela qual for.

5. Seja cortês e educado – Responda as perguntas de forma educada, sem submissão. Não perca a calma em momento algum, mesmo no caso de negativa do Visto. Lembre-se de que, provavelmente você irá tentar requerer o visto futuramente. Então, se causar tumulto ou problemas de segurança, pode tornar-se inelegível.

6. Mantenha-se calmo – Nervosismo exagerado pode passar a impressão de que está mentindo nas respostas e em casos mais raros, negativa no Visto.

7. Forneça somente os documentos pedidos – Jamais ofereça documentos ao Cônsul, sem que este tenha requisitado.

8. Perguntas comuns na entrevista: – Sua idade, – profissão, – motivo da viagem – onde vai e quanto tempo pretende passar, – se já esteve nos EUA antes, – se tem parentes ou conhecidos nos EUA, – quem é o patrocinador da sua viagem.

9. Se for omitir alguma informação, nos questionamentos, o faça com convicção absoluta.

Tramway Palm Springs - Work Experience : Qual é seu nível de inglês?

Work Experience : Qual é seu nível de inglês?

Com tantas vagas surgindo a cada dia, sempre surge aquela dúvida do que você irá trabalhar. Como será que funciona a escolha da vaga para cada candidato?

Teste de Inglês

Lembra daquele teste de inglês que você fez na sua inscrição para o intercâmbio? Pois é, é através dele que seu consultor de intercâmbio irá avaliar e definir qual é seu nível de inglês.
Em base deste nível, é que os empregadores irão definir a qual vaga você se encaixa melhor.



♣ Meu resumo do Work Experience

Existem funções para todos os níveis de inglês. Existem aquelas que exigem mais conhecimento, que são aquelas ligadas diretamente ao público, e aquelas que não exigem tanto.

♣ Trabalho em rede de hotelaria

Os níveis e as funções são definidos assim:

  • Nível 2: housekeeping, dishwasher, maintenance, janitorial, general cleaning, etc.
  • Nível 3: housekeeping, maintenance, busser, prep cook, food runner, lift attendant, lift operator, host/hostess, ticket checker, etc.
  • Nível 4: rental shop clerk, cashier, retail sales, sales attendant, lift operator, ticket checker, waiter/waitress, hostess, bartender, front desk, recepcionist, administration services, etc.
  • Nível 5: front desk, waiter/waitress, administration services, receptionist, etc.

Continue lendo “Work Experience : Qual é seu nível de inglês?”

Machu Picchu : Planejamento de viagem

Machu Picchu é uma das 7 maravilhas do mundo. E não é por menos né?! Ela é um pedacinho que a civilização inca deixou. A cidadela foi erguida lá pelo século XV e foi abandonada após a chegada dos espanhóis ao Peru, em 1532.

Só anos depois, em 1911, que o mundo foi saber sobre a existência de Machu Picchu através dos relatos do arqueólogo americano Hiram Bingham. Com a ajuda de locais, Hiram Bingham conseguiu reconhecer, mesmo em baixo de toda aquela vegetação de 600 anos de abandono, que aquele lugar se tratava de um lugar sagrado que um dia pertenceu a civilização inca. Em 1913 a descoberta foi publicada mundialmente pela National Geographic e pode ser consultada clicando aqui. Na matéria é possível ler os relatos originais do arqueólogo com as fotos da época.

Descoberta de Machu Picchu
Primeiras fotos de Machu Picchu ~ Foto : National Geographic


Machu Picchu : Como visitar ?

Todos os dias, Machu Picchu recebe milhares de visitantes do mundo inteiro. Todos com o mesmo propósito: sentir aquela sensação mística que só Machu Picchu tem a oferecer. Não importa se você é trekkeiro ou se tem 70 anos de idade, se é sedentário ou se tá com o preparo físico afiado. A cidadela oferece opções pra ninguém ficar de fora.

Pra chegar a Machu Picchu você tem a opção de percorrer a Trilha Inca ou a Trilha Salkantay a pé. Ambas são feitas pelo alto das montanhas, através de tours que levam cerca de 4 a 5 dias. Acredito que pra fazer essa trilha é preciso, ao menos, muita disposição.

Trilha Inca
Trilha Inca ~Foto : Machu Pichu Brasil

Se você não tem toda essa disposição, ou tá com o tempo mais curto, você pode optar pra chegar até a cidadela por trem. Essa é a opção que a maioria das pessoas escolhem.

Se você optar pelo trem, você tem a opção de pegar o trem em Cusco beem cedinho e ir até Águas Calientes, que é a cidade-base de Machu Picchu. E de lá pegar o ônibus até a entrada do parque arqueológico. Ou você pode passar a noite em Águas Calientes, e de manhãzinha pegar o ônibus (ou ir a pé) até a entrada do parque.

»» Seguro de Viagem Internacional – Você sabe como funciona?

No meu caso, eu contratei um tour de 2 dias que contemplam o Vale Sagrado e Machu Picchu. O tour inclui um dia visitando o Vale Sagrado, no final do dia tem o trem até Águas Calientes onde vou passar a noite em um hostel. No outro dia tenho um tour guiado pelo parque arqueológico por 2 horas, e o resto do tempo livre para fazer trekking pela montanha e conhecer o local.

Montanhas de Huayna Picchu e Machu Picchu

Montanha Huayna Picchu
Montanha Huayna Picchu ~Foto : Inka Time Tours

Dentro do parque arqueológico existem duas opções de trekking pelas montanha Huayna Picchu (nova montanha) e na Machu Picchu (velha montanha). Não é algo obrigatório, até porque é preciso pagar a parte para fazer o trekking. Aquela imagem linda de Macchu Picchu que você vê em fotos fica no próprio parque arqueológico, não através dessas trilhas. Mas vale muito a pena fazer qualquer uma delas, se você procura por um contato a mais com a natureza e um pouquinho de emoção.

O trekking para a montanha Huyana Picchu leva por volta de 2 horas, e a de Macchu Picchu é de cerca de 4 horas. Mas compre com antecedência seu ingresso, pois há limite de 400 pessoas por dia e o ingresso costuma esgotar muito rápido.

Quando ir a Machu Picchu

É legal ir para Machu Picchu entre abril a setembro, pois é a época seca e a chance de pegar o tempo firme é maior. Porém, em julho e agosto lota de gente por ser meses de férias. Evite ir no verão, pois é a estação de chuvas e o volume de chuva pode estragar fácil sua viagem.

»» Mochilão na América do Sul: Dicas de roteiro

Onde ficar em Machu Picchu

Milhouse Hostel Cusco
Milhouse Hostel ~Foto : Booking

Cusco é a cidade base para quem vai para Machu Picchu. É de Cusco que saem os vários tours que existem na região, e até mesmo para ir para Machu Picchu. Além disso, a cidade muito rica em sitios arquelógicos.

A cidade possui hostels e hotéis para todos os gostos e bolsos. Os melhores estão ao redor da Plaza de Armas, que é o centro da cidade e onde estão localizados restaurantes, lojas, casas de câmbios e tudo o que você precisa.

Eu escolhi ficar na Milhouse Hostel, que fica na há 200 metros da Plaza de Armas. O hostel oferece WiFi gratuito, tem 2 pátios e um barzinho pra relaxar. Além disso, tem café da manhã free que parece ser bem simpático que inclui frutas, pães e sucos. O Milhouse Hostel Cusco fica a 2 km da Estação de Cusco e a 8 km do Aeroporto Velasco Astete.

Tours

Eu gostei tanto do meu atendimento pela Milhouse Hostel, que estou cotando meus tours tudo com eles. Além do preço ser metade do preço de outros lugares que pesquisei, o atendimento é ótimo. Eu ainda nem fui viajar e já tenho tudo pronto.

Fechei com eles um dia na Montanha 7 Cores e um tour do Vale Sagrado com Machu Picchu, que comentei ali em cima. O bom de fechar o tour é que você não precisa se preocupar com nada. Ingresso, trem, hostel, idas e vindas tudo por conta deles. E o preço ?! Compensa !

Quer saber mais sobre as opções de tours? Clique aqui !

Dia de Ação de Graças

O que é o Dia de Ação de Graças

O Dia de Ação de Graças (Thanksgiving Day) é um feriado celebrado nos Estados Unidos, e também no Canadá. Nos Estados Unidos, o feriado é celebrado na quarta quinta-feira de Novembro, já no Canadá é realizado na 2° Segunda-Feira de Outubro.

O Dia de Ação de Graças é um dia onde familiares e amigos se juntam para demonstrarem gratidão a Deus pelas bençãos recebidas durante o ano, expressando carinho e compaixão ao próximo.



História

Esta data se deve às comemorações que os peregrinos costumavam fazer após um bom ano de colheita. O primeira Dia de Ação de Graças foi celebrado nos Estados Unidos em 1620 na cidade de Plumouth, Massachussets. Nessa festa participaram cerca de 90 índios, onde foram servidos patos, perus, peixes e milho. A partir desse ano, am cada Outono era organizada uma festa de gratidão a Deus, devido a boas colheitas.

♣ Visto Americano – Principais motivos que ocasionam visto negado

Em 1863, Abraham Lincoln declarou que a quarta quinta-feira do mês de novembro seria o dia nacional de Ação de Graças. Mas somente em 1941, que a data se tornou feriado nacional pelo Congresso.

Dia de Ação de Graças

Por ser uma data familiar, os americanos costumam realizar longas viagens para passar esta data com a família reunida.

Nas festas, a gastronomia é o que chama a atenção, onde a fartura contempla as mesas americanas. Tipicamente os americanos comem peru, batata-doce, purê de batata, torta de abóbora, torta de maça, torta de nozes, entre muitas outras coisas.

Curiosidades

São consumidos aproximadamente 46 milhões de perus nesta data do ano. Por isso, é realizado uma cerimônia no Dia de Ação de Graças onde o Presidente americano perdoa dois perus (um oficial e outro reserva).

O Dia de Ação de Graças também é marcado por grandes desfiles. O mais conhecido é o desfile da Macy’s que sempre acontece em New York. No desfile, participam centenas de figuras mediáticas e personagens do mundo infantil e da fantasia como Mickey, Homem Aranha e outros.

♣ Opções de trabalho nos Estados Unidos

É comum também ter uma disputa de um jogo americano, que é um dos esportes mais apreciados nos Estados Unidos.

Na sexta-feira após do Dia de Ação de Graças, é realizado o Black Friday. Neste dia, várias lojas fazem super promoções, e por este motivo, as lojam ficam lotadas.

Créditos de imagem à Ganaf

Visto americano para turismo

Visto Americano para Turismo (B1/B2)

Como mencionei no post anterior, depois de 2 semanas que voltei dos EUA eu já fui lá enfrentar a filinha da esperança no consulado americano para conseguir um novo visto. Meu primeiro visto, como eu já descrevi anteriormente, foi o J1 que foi para trabalho temporário nos EUA. Dessa vez, eu tirei o visto americano para turismo.



Visto americano para turismo B1/B2

O visto de turista tem validade de até 10 anos. Isso que significa entre o período de 10 anos você não irá precisar voltar ao consulado para solicitar novamente este visto. Você poderá entrar e sair dos Estados Unidos quantas vezes quiser, caso a imigração americana permita. Lembrando que o tempo máximo de permanência de turistas no pais é de 6 meses! 😉

Como é o processo

Como todos já sabem, o processo de tirar o visto é MUITO chato. Você precisa reservar 2 dias só pra isso.
O primeiro dia você precisa ir ao CASV, onde será verificado se você realmente realizou o envio do seu DS-160 com todas as informações e também se você possui todos os principais documentos para solicitar seu visto. Além disso, eles cadastram suas digitais e tiram uma foto ao qual irá ser estampado no visto em seu passaporte.
Desta vez, o CASV foi mega rápido pra mim. Desde o processo de espera na fila, análise dos documentos, tirar foto e impressões digitais, demorou não mais do que 30 minutos. Achei super rápido! Confesso que foi até que frustante, pois demorei 3 horas dirigindo naquele trânsito louco de São Paulo para chegar lá e fazer tudo rapidinho.
O outro dia é o mais tenso. Hora de fazer entrevista com o pessoal americano e fazer cara do gatinho do Shrek para conseguir seu glorioso passe livre para a terrinha do tio Sam. Esse dia demorou 2 horas e meia! Minha entrevista estava marcada para 11:40, cheguei lá as 10 e fui comer um lanche e alugar um guarda-volumes na lanchonete que fica bem em frente do consulado para guardar minha bolsa. Lembre-se que o pessoal é chato, e não deixam entrar nem implorando de joelhos no milho com celular e afins, então melhor não perder tempo e largar tudo que lhe pertence num guarda-volumes e entrar somente com seus documentos.

Entrevista no Consulado

Enfim, entrei lá no consulado 10:20. Me fizeram esperar num banco porque não era minha hora, depois de 10 minutos eles liberaram o pessoal da minha hora para entregar o DS-160 e o passaporte e formar outra fila. Somente às 11:30 liberaram a fila para a revista, o que começou só as 11:40.
Ou seja, não adianta querer chegar mais cedo, pois não vão te deixar entrar. Depois de te revistarem, eles te mandam lá pra dentro onde várias pessoas de horas anteriores ficam na espera do ser chamado para recolher seu passaporte e entrar em outra fila para poder realizar a temida entrevista.
Meu nome foi chamado logo, depois de uns 15 minutos. A fila também não demorou tanto, pois eles possuiem vários guichês. Dai enfim, chegou minha vez! As perguntas foram todas em português e foi mais ou menos assim:
  • Para onde você está viajando?
  • O que você faz?
  •  Sua faculdade é privada ou publica?
  • Quem irá pagar por sua viagem? (Geralmente é nessa hora que ele pede a declaração de imposto de renda da pessoa responsável pelo pagamento e até mesmo outros documentos para complementarem a comprovação)
  • Você já esteve nos EUA?
  • Quando ?
  • Parabéns, seu visto foi aprovado!

Aprovado!

É bem nessa hora que seus olhos brilham e seu sorriso não se contém. Você sai daquele guichê toda suada de todo nervosismo, com sensação de dever cumprido, com vontade de sair correndo e gritando de felicidade. Sentimento tão bom !! Haha..

Dicas

Mais aqui vai minha dica pra vocês. Eu acredito que muita gente tem seu visto negado pois deixa transparecer muito seu nervosismo o que pode ser confundindo com incerteza das suas respostas. Todo mundo fica nervoso, isso é normal!
Mais quando chegar a sua hora da entrevista, seja claro e firme com suas respostas. Não tente contar sua vida, seja objetivo. Não ofereça para mostrar documentos, não responda mais do que foi perguntado. Seja educado e tente passar a sensação de confiança. 
Depois disso, eles pedem o prazo de 15 dias para entregarem o passaporte em sua residência sem custo adicional através da empresa DHL. O meu chegou em apenas 7 dias!
Espero que tenha conseguido passar para vocês um pouco como é esse processo louco de tirar visto. Conta pra gente como foi sua experiência ?
Leia Mais ..
 Principais motivos que ocasionam o visto negado
♥ Dicas para entrevista no consulado americano

Las Vegas – Dicas para curtir a cidade do Cassino

Fundada em 1905, Las Vegas fica localizada no sul do estado de Nevada. É conhecida mundialmente pelos seus Cassinos além de já servir como palco de grandes filmes como: Despedidas em Las Vegas, 11 Homens e 1 Segredo, Cassino, Se beber não case, e muitos outros.

Além disso, Vegas é a única cidade americana onde beber bebida alcoólica na rua é permitido. Então os americanos, e turistas, aproveitam !

Por estar localizado no meio do deserto, o clima de Vegas é semiárido, o que faz com que a temperatura no verão chegue perto do 50°C e no inverno caia para 15°C e 20°.



Las Vegas : Onde se hospedar ?

Fiquei na rede de hotéis Marriot da onde trabalhava, Renaissance Las Vegas. Esse hotel fica um pouco afastado da The Strip, porém tem fácil acesso a vários lugares. Tem um MC Donalds praticamente do lado do hotel. E bem em frente tem a estação do Monorail de Vegas. Onde ajudou bastante na hora de transitar até os Cassinos.

Las Vegas Boulevard

Las Vegas Boulevard, ou mais conhecida como The Strip, é a avenida mais famosa de Las Vegas. É nela onde os mais famosos Cassinos, baladas, bares, e tudo mais está localizado. Entre eles estão:

  • Mandalay Bay
  • MGM Grand
  • Luxor
  • Excalibur
  • New York New York
  • Planet Hollywood
  • Cosmopolitan
  • Bellagio
  • Paris
  • Ceasars Palace
  • Mirrage
  • Venetian
  • Circus Circus
  • Stratosphere

Ceasar Palace

O Cassino Ceasar Palace serviu de grande cenário para o filme “Se beber não case”. Ele possui decoração romana, um belíssimo jardim, além de ter uma balada super top! Digno de comemoração de aniversário 😉

The Mirage Casino

Ta afim de um espetáculo de graça? A cada 30 minutos o The Mirage Casino oferece um espetáculo de explosões de fogos e água que ocorre em um lago em frente ao Cassino que imitam a erupção de um vulcão. Esse espetáculo ocorre todos os dias a partir das 20horas até meia noite.

Planet Hollywood

Serviu como meu palco de diversões!
Esse Cassino é todo inspirado em Hollywood, como o nome sugere. Foi lá que eu arrisquei jogar um Black Jack e ganhei $5 Obamas!
Além de ter drinks deliciosos e uma balada bastante legal também.

New York New York

O Cassino é todo trabalhado com cenários de New York, e tem uma balada gratuita com música Mexicana e bebidas baratas. Além de ter alguns barzinhos e montanha-russa chamada The Big Apple Coaster & Arcade pra quem quiser arriscar. Ela circula a cidade de New York pelo lado de fora do cassino e custa $14 por pessoa.

O Cassino também tem a loja Hershey’s (nem adoro!), com a estátua de chocolate imitando a Estátua da Liberdade.

Bellagio

Este Cassino também promove um evento gratuito, que ficou conhecido como símbolo de Vegas: fonte que dança conforme a música! Isso mesmo, o Bellagio possui um lago artificial na frente do Cassino onde a cada 30 minutos ocorre este show de águas dançantes. Ao todo são 33 músicas e cada uma delas possui sua própria coreografia.

MGM Grand

Infelizmente, não consegui entrar neste hotel. Mais a estrutura dele de pirâmide é algo incrível ! É neste cassino onde as lutas de UFC ocorrem. Então quem sabe você não consegue participar de algum evento desses? 😉

Mandaley Bay

E ainda, você tem a oportundidade de poder passar a mão em raias! =DÉ onde o Shark Reef Aquarium fica localizado. Os ingressos são vendidos na bilheteria e custam $ 18 adultos e $12 crianças entre 5 e 12 anos. Ao todo são 14 exposições e mais de 100 espécies de peixes, tartarugas marinhas, jacarés, raias, 15 espécies de tubarões e outros animais.

The World of Coca-Cola

Se você não dispensa aquela coca geladinha, não pode deixar de conhecer a loja do refrigerante mais bebido no mundo. Localizado na The Strip, a loja da Coca Cola é um misto de museu e loja. Oferecem diversos artigos da marca, como camisetas, bolsas, bonés e relógios. 

Além disso, é possível provar refrigerantes de cores e sabores diferentes, comer doces e sorvetes com saber de Coca-Cola. E ainda se tiver sorte, pode tirar uma super foto com o mascote da Coca-Cola 😉

Welcome to Fabulous Las Vegas

O letreiro Welcome to Fabulous Las Vegas é um dos pontos turísticos “Must have” de Vegas.

Criado por Betty Willis e inaugurado em 1959, esta placa aparece em vários filmes e é a marca da cidade.

O estacionamento no local é gratuito, porém com poucas vagas. Mais não é preciso muito esforço para conseguir uma vaga, pois as pessoas não costumam demorar muito tempo por lá.

Tem também uma pessoa que se oferece para tirar fotos, cobrando apenas uma gorjeta de $2 dólares.

Endereço: 5100 Las Vegas Boulevard South.

Transporte

Las Vegas é uma cidade recheada de atrações, inclusive a Strip é uma rua bastante longa que pode ser feita a pé ou utilizar um transporte, principalmente quando você tem pouco tempo para visitar a cidade.

Monorail

Como citei, fiquei no Hotel Renaissance, onde a estação do Monorail é localizado bem em frente do hotel. E ele é uma ótima opção! Ele faz diversas paradas dentro de alguns Cassinos, além de poder apreciar a vista percorrendo pela cidade.

O valor do passe único é $6 e do Daily Pass é $15.

Ônibus

Outra opção para quem prefere não caminhar é o ônibus. O Douce funciona 24 horas por dia e passa a cada 30 minutos e também tem o Strip & Downtown Express que leva as pessoas até o outlet e até a Freemont Street.

O valor é de $6 por duas horas, $8 para 24 horas e $20 para um passe de 3 dias.

Carro

Se eu fosse você, nem usaria para percorrer a Strip. O trânsito de Vegas é no estilo São Paulo: TUDO PARADO! Então prefira curtir sua viagem pensando em outros veios de transporte.

Táxi

Particularmente, eu preferia ir até a Strip de Monorail e voltar de Táxi por questões de segurança e rapidez.
Existem muitas opções de táxi (até táxi de limusine) em todos os Cassinos. Então após sair de uma balada, é muito rápido e simples conseguir um táxi!

Pagava na média de $10 a $13 dólares a corrida!

Então é isso ai gente, em 3 dias é possível curtir e MUITO Las Vegas!
Espero que as dicas te ajudem na sua viagem, have a good travel 😉

Assistência Médica do INSS

Assistência Médica gratuita do INSS no exterior – Como funciona?

O Certificado de Direito à Assistência Médica (CDAM), mais conhecido como Seguro de Viagem do INSS, faz parte de um acordo entre o Ministério da Saúde e os países Portugal, Itália e Cabo Verde. Isso quer dizer que graças ao Ministério da Saúde nós brasileiros temos o direito a assistência médica totalmente gratuito nestes países, sem precisar comprovar nenhuma contribuição com a previdência para ter acesso.


Onde é válido

Há pouco tempo atrás o Brasil ainda tinha o convênio de assistência médica com a Espanha, Grécia, Argentina, Chile e Uruguai, porém foi cancelado.

Mas o Brasil ainda tem o acordo com Portugal, Itália e Cabo Verde.

Como conseguir a Assistência Médica gratuita

Antes de viajar, você precisa comparecer em algum desses endereços, que ficam nas capitais de todos os estados. É preciso levar o original e uma cópia deste documentos:

  • Carteira de Identidade
  • CPF
  • Passaporte
  • Comprovante de residência
  • Cópia da carta de aceite da Universidade (se for seu caso)
  • Cópia da passagem de ida e volta

Você precisa ir buscar após dois dias. O certificado é emitido de forma gratuita e possui validade de um ano com direito à renovação.

Isso quer dizer que não preciso do Seguro de Saúde Internacional convencional?

Isso é relativo. O valor médio de um seguro internacional para uma viagem de 15 dias para a Europa é de R$ 160. Este seguro inclui assistência por telefone em português, visita médica domiciliar, regresso antecipado ao Brasil por motivos médicos, bagagem extraviada e alguns outros benefícios.

♣ Veja Mais ! – Seguro de Viagem Internacional – Você sabe como funciona?

A Assistência Médica do INSS, por outro lado, só cobre despesas relacionadas a saúde e não possui indenizações quanto a problemas de bagagem, cancelamento de viagem e outros.

O convênio do INSS talvez seja interessante em caso de estudo, ou viagens muito longas, onde a contratação do seguro-assistência pode acabar saindo bem caro.

Além disso, se houver alguma conexão ou se você for viajar para qualquer outro país da Europa, é obrigatório a contratação de um seguro de saúde com cobertura de 30 mil euros. Isso é devido ao Tratado de Schengen, que exige essa cobertura ou, então, você não poderá ingressar ao país.

Barra Bonita - Passeio de Barco pelo Rio Tietê

Barra Bonita – Passeio de Barco pelo Rio Tietê

Barra Bonita é uma cidade do interior do estado de São Paulo. Por ela passa o tão famoso Rio Tietê. Porém lá o rio é incrivelmente límpido. Em Barra Bonita, o rio se transforma em point para lazer, com banhistas, pescadores e até mesmo pequenas embarcações. É lá que se localiza a eclusa mais conhecida do Rio Tietê, e é por isso que gente de toda parte vai até Barra Bonita para fazer um passeio de barco e conhecer a tal eclusa e também o rio como todos nós gostaríamos de ver em todo seu percurso: limpo!


Passeio de Barco em Barra Bonita

Nossa excursão incluía um passei de barco com duração de 4 horas, com início as 9 horas e término as 13 horas. Dentre brincadeiras, os comandantes dão informações sobre o rio e sua história durante o passeio. É possível observar algumas aves, como garças-pardas e biguás, alguns pescadores, e muita paisagem bonita.

Eclusa do Rio Tietê

O ponto alto da aventura é quando o barca chega a eclusa. O barco entra numa espécie de elevador, para vencer o desnível de 26 metros no rio causado pela barragem. O processo leva apenas cerca de 2 minutos. E assim, a paisagem é deslumbrante!

Por volta das 11 horas, o almoço foi servido. A refeição estava inclusa no passeio, porém a bebida é a parte.

Após o passeio, podemos encontrar diversas atividades para se distrair até a hora de embarque.

Maria Fumaça

O passeio de Maria Fumaça é bem divertido, percorrendo os principais pontos da cidade com muita animação. Vale a pena conferir! O valor é R$ 10 por pessoa.

Teleférico

O passeio do teleférico passa por cima da rodovia e também pela praça do pedalinho, podendo desfrutar da vista do Rio Tietê.

Museu Histórico Municipal Luiz Saffi

O museu possui diversas peças antigas que foram doadas por famílias locais, onde contam a história da cidade. Incluindo histórias da imigração italiana, da Ponte Campos Salles e da colonização no interior do estado de São Paulo. O museu está localizado no centro, de fácil acesso.

O Memorial do Rio Tietê

O Memorial do Rio Tietê está localizado na antiga estação ferroviária da cidade, e mostra um pouco da história de como era o Rio Tietê antigamente e como foi a colonização no interior do estado de São Paulo.

Feira de Artesanato

Na feira do artesanato você vai encontrar diversas opções para comprar uma lembrancinha do seu passeio de barco. A feira de artesanato também está localizado no centro, ao lado do Teleférico.

Work Experience : Feira de Contratação

Work Experience : Feira de Contratação

No programa Work Experience, ou Work & Travel, ocorre a Feira de Contratação. Essas feiras são realizadas em alguns estados, como SP, RJ e Recife, onde os empregadores vem até o Brasil para realizar as entrevistas com os participantes do Work Experience. Geralmente ocorrem em um hotel, onde todos os participantes precisam estar formalmente vestidos, para realizar as entrevistas em inglês.



Feira de Contratação

Uma particularidade da feira de contratações do Work Experience, é que o participante pode escolher 5 opções de empregadores de acordo com sua preferencia para realizar a entrevista. E no mesmo dia que faz a entrevista, já fica sabendo se será ou não contratado! Geralmente, existem muitas vagas para as feiras de contratações e praticamente todos os participantes saem com uma vaga. Porém, quando o empregador aceira o participante para trabalhar, o participante não pode mais desistir.
Infelizmente, são poucos empregadores que vem para o Brasil realizar as entrevistas na feira de contratações. De 96 empregadores no total do Work Experience, apenas 10 empregadores estarão presentes.
Eu não sei como funciona para os participantes do Placement, porém pra quem é do Placement Plus, eu ainda tive a escolha de não participar de feira. Fiz esta escolha porque nenhum dos empregadores me agradaram. A minha opção é ir para a Califa, e nenhum dos empregadores da feira está localizado lá.
 
O único mesmo que me agradou foi o Hard Rock, que está com opção para trabalho em vários locais dos USA. Mais e se eu não conseguir na Califa? Acho que não vale a pena arriscar ..
Mais enfim, a feira de contratações é muito interessante. Já que fornece ao participante a chance de conhecer seu empregador, conversar, tirar dúvidas, e já estar com uma vaga super certa logo em julho!
Agora tenho que esperar em agosto, quando vai começar as contratações com os outros empregadores!
Que venha o Big Bear! HAHA ..
Feira de Contratações Work Experience 2012/2013:
Kalahari Resort ( WI e OH) – Rio de Janeiro, Recife, São Paulo
Great Wolf Lodge (KS e WI) – Rio de Janeiro
Café Du Monde (LA) – Rio de Janeiro, Recife, São Paulo
Steak and Shake (TX) – Rio de Janeiro, Recife, São Paulo
Universal Studios (FL) – Rio de Janeiro
Windham mountain (NY) – Rio de Janeiro
Whitetail Resort (PA) – Rio de Janeiro
Hard Rock Café (várias cidades) – Rio de Janeiro
The Summit at Snoqualmie (WA) – Rio de Janeiro
 
→ Saiba mais sobre o intercâmbio Work Experience com a IE Intercâmbio