Ilhas Malvinas - Lado europeu na América do Sul

Ilhas Malvinas : Um pedaço do Reino Unido na América

No episodio de hoje, conheçam um pouco sobre as famosas Ilhas Malvinas ou Falkland, um pedaço do reino unido aqui na América do Sul. É um arquipélago localizado no sul do oceano Atlântico, que fica na plataforma continental da Patagônia. 

As principais ilhas estão cerca de 483 quilômetros a leste da costa do sul da América do Sul. O arquipélago possui a Malvina Ocidental, Malvina Oriental e outras 776 ilhas menores.

»» Trabalho em Navio: Quando a vida te abre uma porta



Como o território é britânico, as ilhas tem o seu próprio governo e o Reino Unido assume a responsabilidade pela defesa e relações internacionais do território. A capital é a cidade de Stanley, que fica localizada na Malvina Oriental. A Argentina tentou invadir uma vez, mas não deu muito certo.

Ilhas Malvinas

Ilhas Malvinas
Ilhas Malvinas – Lado europeu na América do Sul

A minha experiência foi um tanto curta durante esse cruzeiro. Passamos por lá apenas uma vez e tive por volta de quatro horas para andar por ali. Mas deu para ver umas coisinhas, sentir um pouco a ilha.

Chegando no píer é possível sentir o ar britânico, a arquitetura das casas, um ambiente calmo, motoristas dirigindo do lado direito do carro e o tio do cachorrão pegando no seu lanche sem luvas e sem guardanapo. Muito adorável esse lugar.

»» Mochilão na América do Sul: Dicas de roteiro

O tour por essas ilhas é incrível, existe uma praia chamada Bluff Cove Lagoon. Uma praia onde é possível observar centenas de pinguins Gentoo e alguns pares de King. Eu fiquei lá por poucos minutos e pra mim fui uma sensação incrível de paz, de solidão, de conexão com a natureza. O odor dos pinguins não é lá um aroma de dama da noite, mas deixa a praia com um aspecto único.

Outro ponto turístico, e muito inusitado por sinal, é a Ilha dos Leões Marinhos, com sorte você poderá ver centenas deles deitados por lá, mas se tiver a mesma sorte que eu, verá apenas pedras.

O frio da ilha torna o ambiente perfeito para um chocolate quente e uma torradinha com geleia feita com frutas da ilha. Uma caminhada para observar as igrejas (os britânicos amam igrejas, igrejas por todos os lados) e dar uma olhadinha no famoso Whale Bone Arch. Como o próprio nome já diz, arco de osso de baleia, que foi justamente onde terminei minha curta estadia nas Falklands. Com gosto de quero mais.

Até a próxima tripulantes.



Booking.com

Trabalho em Navio: Quando a vida te abre uma porta

E aí pessoal, é com esta imagem que começo esse texto sobre trabalho em navio – e agradecendo a você, minha amiga, que abriu as portas de seu espaço para que eu possa abrir a porta do meu mundo para todos vocês. Por que a vida é assim, feita de portas e foi numa dessas portas que entrei, e me dei de cara com o mundo.



Prazer, meu nome é Bruno, não Bruno Mars mas é no mar que eu vivo (hahahah essa foi muito boa). Sabe quando você ta no fundo do poço e acha que nada vai dar certo? (faculdade não ta legal, namoro não ta legal, emprego não ta legal) e você se pega pensando: é só isso? A vida não pode ser só isso. Não é isso o que eu quero. Eu quero o mundo todo!

⇒ Segue no Instagram @theworldismeu

Quando a vida te abre uma porta
Licença aqui tô entrando

Trabalho em Navio : Quando tudo começou

Foi num dia desses, deitado me recuperando de um tratamento, um post do Catraca Livre “Conheça a Vida a Bordo – trabalho em navio cruzeiro”. Foi aí que tudo começou.

Busquei agências de emprego e me cadastrei. A primeira foi a Portside que me respondeu quase que de imediato. Fiz entrevistas e arrumei documentos, o que aconteceu tudo muito rápido, exceto a data de embarque que até hoje não saiu.

“Cansei meu! Não vou esperar!”. Busquei uma outra agência, a Infinity, e foi essa que deu certo. Vocês já devem imaginar o resto, né?! Ansiedade… chega logo…

Partiu Navio

Cordilheira dos Andes
Cordilheira dos Andes

Chegou o dia. E foi essa a vista da Cordilheira dos Andes que me tirou o fôlego e fez cair a fixa: “Cara, tá acontecendo. Tá realmente acontecendo”. A porta do mundo abriu.

»» Santiago do Chile : Embalse el Yeso e Baños Colina

Ushuaia : Primeira Porta do Mundo

Ushuaia
Ushuaia

O navio partiria do Chile em direção a Ushuaia, na Argentina. Ushuaia é uma cidade da Argentina e capital da província da Terra do Fogo, Antártica e Ilhas do Atlântico Sul. Seu nome provém do idioma indígena yagan: ushu + aia (fundo + baía = baía profunda). Ushuaia é o lugar perfeito pra quem gosta do silêncio e do friozinho (embora seja a terra do fogo).

O navio atracou no porto no qual você sai de frente com a famosa placa que diz “Fim do Mundo”. Dali você pode partir para excursões como pelo Canal Beagle que leva até a Ilha dos Lobos e Le Eclaireus.

»» Buenos Aires : Primeiras impressões

Infelizmente pra você que curte uma balada, a vida noturna Ushuaia deixa a desejar. Mas isso também não quer dizer que não tenha diversão. Lá você pode encontrar o Ice Bar que desafia os teus sentidos em uma experiência fenomenal.  Você poderá conhecer uma galeria temática sobre a Antártida, ingressar em um túnel de gelo com capas luvas e crampons, observar esculturas de gelo e degustar do open bar com bebidas a vontade.

Porto de Ushuaia
Porto de Ushuaia

Essa foi a primeira porta para o mundo que a vida me abriu, em fevereiro de 2017. Hoje somando exatamente 43 países visitados, centenas de cidades, milhares de lembranças das vezes que me perdi pelos cantos do mundo, e me encontrei em todos eles.

Espero que tenham gostado desta visita, voltarei mais vezes para que vocês possam ver o mundo, o meu mundo.

Abraços 😊