Imigração Americana : Fui barrada na imigração

Eu nunca pensei que fosse ser parada pela imigração americana. Eu não tava preparada pra aquilo. Aliás, eu acho que ninguém se prepara pra isso. Eu passei quase 1 ano preparando cada detalhe para o meu Mochilão na Europa, onde passaria meu aniversário de 27 anos.

Quando o dia chegou, acordei toda radiante. Finalizei de arrumar minha mochila e disse até logo pra minha família. E fui rumo ao Aeroporto de Guarulhos. Cheguei lá cedo até demais. E logo na primeira hora já senti os 12kg da minha mochila entrando em atrito com minha costa.

»» Imigração Americana – Dicas para entrevista para o visto

O portão de embarque abriu e a ansiedade foi só me consumindo ainda mais. Eu havia planejado tudo com antecedência e até mesmo meus assentos em todos os voos. Claro, em todos eles marquei de ir na janelinha e na fileira 22. Eu tenho TOC, rs. Mas quando entrei, havia uma senhora no meu lugar. Falei que aquele era o meu lugar, mas como ela tava cheia de sacolas todas já arrumadas, resolvi deixar pra lá. Até que não foi uma decisão tão ruim, já que fiquei no corredor e pude levantar quantas vezes quisesse.

Conexão em Nova York

Central Station em Nova York
Central Station em Nova York

A primeira parada foi em Nova York, onde faria uma conexão de 13 horas. Ao contrário de muita gente, eu ADORO conexões. Sempre escolhe uma conexão em que eu possa descer do aeroporto e curtir um pouquinho um lugar diferente. Apesar de ter morado nos EUA, eu nunca tinha ido pra Nova York. E aquela conexão era uma oportunidade e tanto.

»» Principais motivos que ocasionam visto americano negado

Chegando no Aeroporto JFK, já vi que o processo de imigração tinha mudado um pouquinho. Agora você tem que enfrentar 2 filas. Uma você vai em uma máquina onde você valida seu passaporte, visto, digitais, tira uma foto e preenche umas questões. A segunda fila, você passa com o agente de imigração.

Imigração Americana

Central Park em Nova York
Central Park em Nova York

Fui chamada pela agente de imigração. Foi aí que achei que todo o meu planejamento, toda a espera e ansiedade, iam para o esgoto. A “entrevista” foi mais ou menos assim:

(Agente) : O que veio fazer nos EUA?
(Eu) : Estou de férias, e este é um voo de conexão para Londres onde irei fazer um mochilão.
(Agente) : Que horas sai seu voo para Londres.
(Eu) : (gaguejei um pouco, porque deu branco) 11pm
(Agente) : Você já estudou nos EUA?
(Eu) : Não (com um ar de ué ..)
(Agente) : (colocou meu passaporte num saquinho plástico) Acompanhe este agente, por favor.
(Eu) : (pânico)

Eu estava indo para a tão temida “salinha de imigração americana“. Quando estava caminhando para onde eu imaginei que fosse o fim, perguntei para o guarda se havia algo errado. Ele olhou para mim e disse: “Você fez algo errado? ”. #medo

»» Visto americano para crianças e idosos : Como tirar?

Eu sabia que não tinha feito nada errado. E xinguei por dentro mil vezes aquela imigração e aquele país estúpido. E me arrependi por ter escolhido fazer conexão ali. Mas por fora, tentei manter serenidade.

A salinha havia várias cadeiras e na frente um balcão com alguns policiais. No fundo tinha algumas salas com vidros escuros. E tinha por volta de 10 pessoas aguardando. Tava imaginando que eles iriam me manter ali até minha hora do voo ou iriam me mandar de volta para o Brasil. Tava entrando em pânico!

Até me um dos policiais me chamou. Carimbou meu passaporte e me desejou boa viagem. Não me questionou em nada. E eu também não fui tonta em perguntar em nada. Apenas agradeci e saí dali correndo.

Sinceramente, eu não sei o motivo que levaram eles a desconfiar de mim. Provavelmente tinha algo errado com o fato deles acharem que já estudei lá. No que, na verdade, apenas fiz o intercâmbio de Work Experience. Talvez porque o visto seja o mesmo, J1. Não sei!

»» Meu resumo do Work Experience

Mas o que sei é que eles podem desconfiar de qualquer pessoa. E se desconfiarem, vão levar pra aquela salinha do mal. Se você for “convidado” pra ir pra salinha, e se não deve nada, não se preocupe. Eles são chatos, porém justos. Apenas mantenha a calma, não questione e responda sempre a verdade.

Dicas para imigração americana

A gente sabe que não há exatamente um parâmetro pra desconfiança da imigração americana, ao ponto de levar pra salinha. Mas a gente sabe que isso pode sim acontecer, mesmo que você não deva nada.

Mas existem algumas dicas simples que pode te ajudar na hora da imigração americana. Veja só as dicas que separei pra você:

Dicas de Imigração Americana

E você, já foi parado na imigração americana? Deixe nos comentários sua história 🙂

Deixe um comentário