Work Experience : Entrevista para o visto no consulado americano

Work Experience : Entrevista para o visto no consulado americano

Acreditem. A melhor frase da vida é “Você está aprovada, boa viagem!”. Essa frase significou que o meu grande sonho de viver uma experiência internacional estava, por fim, se concretizando.
Sim. Meu visto americano para o tão esperado Work Experience foi aprovado!



 Sai daqui às 4 hrs da manhã. Peguei fretado e cheguei em SP às 7:30. Peguei metrô, peguei trem, andei uns 40 minutos. E, enfim, cheguei no Consulado Americano. 
Lá na frente já tinha uma “filinha” desorganizada que de inicio eu não entendi. Como meu horário era 11:10, e nem era 10 horas ainda, segui para uma lanchonete que tem lá na frente que oferece um guarda volumes. Foi mais barato que o CASV. No CASV eram 10 reais o armário e no consulado foi 5 reais!
Enfim, fui para a fila da tortura. Foi então que comecei a entender a tal da fila desorganizada. Na verdade, não existe uma fila. A fila só é formada quando o pessoal do consulado chama quem é de determinado horário. Quando eles chamam por exemplo “pessoal das 11:10”, você forma a filinha na frente do Consulado. Nisso eles conferem o documento de agendamento de entrevista e te dão um papel com uma senha. Dai você entra pra segunda do lado de dentro do consulado. Nessa fila são grampeados os documentos (DS 160, DS 2019, Sevis, comprovante de agendamento). Na próxima fila (quanta fila!), tem um pessoal que confere de novo esses documentos, recolhem eles e te dão outra senha. E , advinha? Você segue para a próxima fila. A senha inicial fica com seus documentos!
Depois disso, você passa pela revista. Gente, não adianta querer entrar com celular ou qualquer outra coisa que eles considerem proibidas. Vi um senhor que foi barrado na revista, teve que se retirar pra ir guardar seus pertences no guarda volumes, ou qualquer outro lugar, e enfrentar todas aquelas filas e espera de novo!
Nessa revista entram 4 pessoas de cada vez. Mulher não é revistada ;D Mais precisa colocar os pertences dentro de uma esteira deles lá. Juro, me senti na migração na hora ! Tem uma foto grande do Obama nessa sala, haha.
Depois disso, você segue para o local onde é realizado as entrevistas. Mais antes você precisa ficar fora da fila esperando sua senha ser chamada pra eles devolverem seus documentos. Essa senha não é sequencial, você simplesmente precisa esperar. Eu esperei uns 10 minutos, e fui chamada. Teve gente que entrou junto comigo e só foi chamado 1 hora depois mais ou menos.
Enfim, quando você pega seus documentos de novo, você entra na fila. Parece fila pra montanha russa do Hopi Hari. Da um gelo na barriga, você fica nervoso, só vendo pessoal tendo visto negado, e tendo visto aprovado. E lá é assim mesmo, tudo aberto ! São umas 15 cabines, com vidro, você fica em pé e todo mundo ti vê.
Fiquei reparando na fila que o gordinho da cabine 10 era o mais legal. Dava risada e brincava com todo mundo, e tava aprovando praticamente todos. Fiquei pensando beeem positivo pra ser com ele. E num é que deu certo ! Fui pra cabine 10, fazer entrevista com o americano tipicamente gordinho e simpático! Ele foi bem gente boa, e as perguntas foram simples. Foi assim:
(consul) – Bom dia, tudo bem?
(eu) – Tudo bem, e com você?
(consul) – Tudo bem! Pra onde você está indo ?
(eu) – Palm Springs, California
(consul) – Qual o propósito da sua viagem?
(eu) – Intercâmbio de Work&Travel
(consul) – Oh, ok. Nesse caso, eu vou precisar falar com você em inglês. Tudo bem? * nessa frase ele começou a fala inglês.
(eu) – Ok !
(consul) – Aonde você estuda?
(eu) – Universidade de Sorocaba
(consul) – O que você faz?
(eu) – Ciência da Computação
(consul) – Por quanto tempo você ficará nos USA?
(eu) – 3 meses
(consul) – Seus pais moram aqui ?
(eu) – Sim !
(consul) – Você possui algum conhecido nos USA?
(eu) – Não.
(consul) – Em que ano da faculdade você está ?
(eu) – Terceiro.
(consul) – Com o que irá trabalhar?
(eu) – Food Service
(consul) – Coloca seus 4 dedos da mão direita pra tirar as digitais. Ok, seu visto está aprovado!
(eu) – 😀 
A conversa foi um pouquinho longa né ?! Mais nada tão complicado. E logo de inicio, quando falei que era pra Work anda Travel, ele já carimbo meu DS e começou a assinar. Quando vi isso, senti um alivio enorme e fiquei bem mais confortável pro resto da entrevista 😀
Com todo mundo está sendo assim. Só perguntinhas básicas, sem pedir nenhum documento. Então, don’t worry! Claro, você vai sentir que vai morrer até você ver seu DS sendo carimbado. Mais depois é só alegria!
Boa sorte todo mundo que ainda falta tirar o visto! Tenham sempre em mente que “Everything is gonna be alright” !
Work Experience : Trabalho em rede de hotelaria

Work Experience : Trabalho em rede de hotelaria

No programa de Work Experience (ou Work and Travel), é comum você receber propostas para trabalho no setor de hotelaria.

Trabalhar em Resorts e Hotéis podem envolver várias funções que proporcionam o contato diretamente com o customer. Você pode trabalhar indoor (interno) ou outdoor (externo), com a carga média de 6 a 8 horas diárias. E quando a demanda é grande, você pode acabar trabalhando nos finais de semana e feriados.
 
Como as regras variam de estabelecimento, todos os resort/hotéis fornecem treinamento aos seus funcionários (que geralmente essas suas horas são pagas). O bom de se trabalhar com hotelaria é que você ainda pode ganhar as tips (gorjetas) e receber seu uniforme sem nenhum custo – ou uniforme parcial. E ainda, muitos hotéis e resorts possuem a área de Food and Beverage, onde você irá trabalhar em restaurante ou bar dentro do estabelecimento.



Opções de trabalho no setor de hotelaria

  • Beach Attendant
  • Concierge
  • Front Desk
  • Gerenal Cleaning
  • Guest Services
  • Housekeeping
  • Janitor
  • Laundry Attendant
  • Life Guard
  • Maintenance
  • Busser
  • Food Runner
  • Entre outros ..
Trabalhar em hotel pode ser muito interessante. Você pode conhecer pessoas de diversos locais dos Estados Unidos, e até mesmo do mundo inteiro. É uma ótima oportunidade para se aprofundar numa nova cultura e aprimorar ainda mais o seu inglês.
 

Minha experiência na hoteleria durante o Work Experience

Quando fiz meu Work Experience na Califórnia, trabalhei como busser no Hotel Renaissance Palm Springs. Como busser, meu trabalho era limpar e organizar as mesas no restaurante durante o período de buffet de café da manhã. E ainda, os ajudava a servir bebidas e pães e também a limpar e organizar o restaurante após o encerramento do café da manhã. Foi a melhor experiência da minha vida. Não troco por outra!

Continue lendo “Work Experience : Trabalho em rede de hotelaria”

Tramway Palm Springs - Work Experience : Qual é seu nível de inglês?

Work Experience : Qual é seu nível de inglês?

Com tantas vagas surgindo a cada dia, sempre surge aquela dúvida do que você irá trabalhar. Como será que funciona a escolha da vaga para cada candidato?

Teste de Inglês

Lembra daquele teste de inglês que você fez na sua inscrição para o intercâmbio? Pois é, é através dele que seu consultor de intercâmbio irá avaliar e definir qual é seu nível de inglês.
Em base deste nível, é que os empregadores irão definir a qual vaga você se encaixa melhor.



♣ Meu resumo do Work Experience

Existem funções para todos os níveis de inglês. Existem aquelas que exigem mais conhecimento, que são aquelas ligadas diretamente ao público, e aquelas que não exigem tanto.

♣ Trabalho em rede de hotelaria

Os níveis e as funções são definidos assim:

  • Nível 2: housekeeping, dishwasher, maintenance, janitorial, general cleaning, etc.
  • Nível 3: housekeeping, maintenance, busser, prep cook, food runner, lift attendant, lift operator, host/hostess, ticket checker, etc.
  • Nível 4: rental shop clerk, cashier, retail sales, sales attendant, lift operator, ticket checker, waiter/waitress, hostess, bartender, front desk, recepcionist, administration services, etc.
  • Nível 5: front desk, waiter/waitress, administration services, receptionist, etc.

Continue lendo “Work Experience : Qual é seu nível de inglês?”

Work Experience : Feira de Contratação

Work Experience : Feira de Contratação

No programa Work Experience, ou Work & Travel, ocorre a Feira de Contratação. Essas feiras são realizadas em alguns estados, como SP, RJ e Recife, onde os empregadores vem até o Brasil para realizar as entrevistas com os participantes do Work Experience. Geralmente ocorrem em um hotel, onde todos os participantes precisam estar formalmente vestidos, para realizar as entrevistas em inglês.



Feira de Contratação

Uma particularidade da feira de contratações do Work Experience, é que o participante pode escolher 5 opções de empregadores de acordo com sua preferencia para realizar a entrevista. E no mesmo dia que faz a entrevista, já fica sabendo se será ou não contratado! Geralmente, existem muitas vagas para as feiras de contratações e praticamente todos os participantes saem com uma vaga. Porém, quando o empregador aceira o participante para trabalhar, o participante não pode mais desistir.
Infelizmente, são poucos empregadores que vem para o Brasil realizar as entrevistas na feira de contratações. De 96 empregadores no total do Work Experience, apenas 10 empregadores estarão presentes.
Eu não sei como funciona para os participantes do Placement, porém pra quem é do Placement Plus, eu ainda tive a escolha de não participar de feira. Fiz esta escolha porque nenhum dos empregadores me agradaram. A minha opção é ir para a Califa, e nenhum dos empregadores da feira está localizado lá.
 
O único mesmo que me agradou foi o Hard Rock, que está com opção para trabalho em vários locais dos USA. Mais e se eu não conseguir na Califa? Acho que não vale a pena arriscar ..
Mais enfim, a feira de contratações é muito interessante. Já que fornece ao participante a chance de conhecer seu empregador, conversar, tirar dúvidas, e já estar com uma vaga super certa logo em julho!
Agora tenho que esperar em agosto, quando vai começar as contratações com os outros empregadores!
Que venha o Big Bear! HAHA ..
Feira de Contratações Work Experience 2012/2013:
Kalahari Resort ( WI e OH) – Rio de Janeiro, Recife, São Paulo
Great Wolf Lodge (KS e WI) – Rio de Janeiro
Café Du Monde (LA) – Rio de Janeiro, Recife, São Paulo
Steak and Shake (TX) – Rio de Janeiro, Recife, São Paulo
Universal Studios (FL) – Rio de Janeiro
Windham mountain (NY) – Rio de Janeiro
Whitetail Resort (PA) – Rio de Janeiro
Hard Rock Café (várias cidades) – Rio de Janeiro
The Summit at Snoqualmie (WA) – Rio de Janeiro
 
→ Saiba mais sobre o intercâmbio Work Experience com a IE Intercâmbio
Work Experience USA

Intercâmbio Work Experience USA : Como escolhi

Resolvi fazer intercâmbio, e a opção foi o Work Experience USA. Sempre cresci com a ideia que ir para o exterior, seja pra estudar ou trabalhar. Quando a oportunidade chegou, bateu aquela incerteza do que fazer. Revirei a internet em busca de opções e fui em várias agências de viagem em busca de uma ideia.



Work Experience USA

Como na época eu estava fazendo faculdade, me sugeriram o programa de Work Experience USA. Esse intercâmbio é realizado durante as férias da faculdade onde você vai para os Estados Unidos para trabalhar. O período de intercâmbio é de 3 meses de trabalho e você ainda pode ficar 1 mês viajando, entre os meses de novembro a março. E sabe o que é melhor? Você recebe doletas para isso!

»» Estados Unidos – Opções de trabalho na América

Trabalho

Durante o Work Experience USA você tem a oportunidade de entrar de cabeça na cultura americana por trabalhar em resorts, hoteis, parques temáticos, estações de esqui e outros.

»» Work Experience : Feira de Contratação

O processo para conseguir o trabalho consiste em fazer uma entrevista com o empregador lá dos EUA. Esses empregadores já fazem parte do processo do Work Experience. Seu agente de viagens vai te enviar as vagas com a descrição do que irá fazer, quanto irá ganhar e se nesse trabalho tem hospedagem e alimentação inclusa.

Existe uma feira de contratação, realizada geralmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Lá se reuni vários empregadores e participantes que realizam a entrevista, e podem ou não serem aprovados. Ou você pode opinar por realizar a entrevista via Skype, dependendo do empregador.

Eu trabalhei no Hotel Renaissance Palm Springs, localizado em Palm Springs na Califórnia. Meu trabalho era ser busser, que era ajudar o garçom a manter as mesas do restaurante do hotel organizadas. A rotina do trabalho era bem legal. Existia dias que eu praticamente corria de um lado pro outro, e outros que não aparecia um gato tomar café.

»» Meu resumo do Work Experience

Work Experience USA não é mole 

Tem muita gente que desiste do intercâmbio por não aguentar a pegada. As vezes, pode ser que seja o primeiro trabalho da pessoa. E a pessoa simplesmente não aguenta. No meio das pessoas que foram comigo, dois desistiram. Não era o que esperavam e não gostaram do trabalho.

Pode ser também que você vá trabalhar numa estação de esqui no meio dos Estados Unidos, onde a temperatura média é de -30°. E pode ser que sua jornada de trabalho comece às 5 da madruga, tendo que subir lá no topo da montanha pra tirar excessos de neve. Mas já pensou na vista recompensadora que terá do nascer do sol por trás das montanhas congeladas? Ou aprender snow board?

»» Work Experience : Trabalho em rede de hotelaria

Tem opções de trabalho pra todos os gostos, ou todos os frios rs. Então meu conselho é você pensar bastante antes de escolher seu trabalho. Escolha o lugar que vai se proporcionar um melhor bem estar, mas que ao mesmo tempo te proporcione desafios. Eu escolhi o deserto e amei!

Conclusão

Quebrei muitos copos e pratos, meus pés e mãos ficavam esfolados, minhas costas doíam. Tive até mesmo que trabalhar 15 dias diretos no Natal, pois esqueceram de me dar folga. Do outro lado, voltei com a bagagem cheia de amigos pra uma vida inteira, inglês tinindo, conhecimento da cultura americana e várias viagens e momentos que jamais irei esquecer.

Feira de Contratação para trabalho no exterior durante as férias universitárias

Que tal durante as férias universitárias viver uma experiência de trabalho nos Estados Unidos? Além de estar empregado legalmente, o participante tem a oportunidade de aprimorar o inglês, conviver com pessoas do mundo todo e ainda ter ganhos entre 8 a 12 dólares por hora, podendo receber até US$ 1.600 de salário mensal.



Work Experience IE

Work Experience IE
Férias universitária nos EUA

É o que promete o programa Work Experience da IE Intercâmbio! As vagas são para estações de esqui na Califórnia e Colorado, parques aquáticos, hotéis e resorts em Miami com carga horária mínima de 32h e máxima de 40h semanais. A modalidade é exclusiva para universitários entre 18 a 29 anos com nível de inglês a partir do intermediário. 

Antes de participar das entrevistas, o interessado precisa fechar o pacote a partir de US$ 1.899 dólares e informar, no momento da inscrição, para qual vaga de emprego quer concorrer. O pagamento pode ser à vista ou, se preferir, realizar uma entrada e quitar o restante em até 12 parcelas.

Segundo a diretora do WE, Luciana Gomes, o candidato consegue arcar com os custos de acomodação e alimentação com o salário que ele recebe. “É um ótimo investimento porque vai praticar o inglês, viver uma experiência bem diferente, ter contato com a neve, conhecer a cultura americana e agregar ao currículo um trabalho internacional”, acrescentou.

Feira de Contratação

Com a inscrição e documentos autorizados pela IE Intercâmbio, o candidato deve comparecer nas entrevistas presenciais direto com os empregadores americanos. O processo seletivo será durante a 17ª feira de contratação nos dias 18, 26 e 27 de agosto das 9h às 18h, no Hotel Windsor Leme, localizado na avenida Atlântica, 656, no Rio de Janeiro.

“Antes da inscrição, realizamos em nossas agências uma pré-seleção com os universitários, auxiliamos na escolha do empregado e passamos orientações para realizarem uma boa entrevista. Afinal, será uma entrevista de trabalho em inglês,  explicou Luciana , anunciando que neste ano as vagas disponíveis giram em torno de 300 a 500 para diversas funções.

Entre as empresas contratantes o candidato poderá concorrer a uma vaga na Boyne Mountain Resort do Michigan, Loews Hotel em Miami, Wilderness Resort de Wisconsin Dells e Euro Snack da Califórnia e The Summit at Snoqualmie no estados de Washington. A duração do trabalho varia de 3 a 4 meses, conforme as férias do aluno.

Trabalho, amadurecimento e imersão cultural

Work Experience IE
Work Experience IE

O Work Experience começou em 1998 com um grupo de 48 pessoas e, dez anos depois, 3.000 mil participantes foram enviados em uma única temporada. Desde que a IE começou com o programa, mais de 20 mil estudantes universitários arrumaram as malas para trabalhar durante as férias nos Estados Unidos.

Quem faz parte dessa estatística é a apresentadora da TV Globo, Fernanda Gentil que viveu essa experiência no Colorado em 2005 e 2006. “Aprendi a ter disciplina, responsabilidade, administrar o meu dinheiro. E até no meu trabalho isso influencia por eu ter convivido muito com esporte durante o meu intercâmbio”, relembrou em depoimento.

“Trabalhar durante as férias universitárias e ainda ganhar em dólar foi uma das melhores experiências da minha vida! O fato de estar conectado com pessoas não só dos Estados Unidos, mas sim de todo o mundo, conhecendo lugares incríveis, culturas e adquirindo maturidade, realmente fazem valer a pena”, ressaltou o universitário Gabriel Gomides.

Para a mestre em administração de empresas, Ingrid Barreto, fazer intercâmbio torna o currículo mais atrativo. “Se estamos diante de uma entrevista na etapa final, aquele com uma vivência em outro país, entrará certamente. Pois, desperta maturidade e a necessidade de estabelecermos networking, característica diferenciada dos profissionais de hoje”, finalizou.

O quê? Experiência de trabalho nos EUA no período das férias universitárias por meio do programa Work Experience IE.

Quando? Durante a 17ª feira de contratação internacional com a presença de empregadores americanos.

Onde? Nos dias 18, 26 e 27 de agosto das 9h às 18h, no Hotel Windsor Leme, localizado na avenida Atlântica, 656, no Rio de Janeiro.

Sobre a IE intercâmbio

A IE é uma das maiores redes de intercâmbio cultural do Brasil, com agências de norte a sul do país. Especialista em intercâmbio de estudo, trabalho ou universidades no exterior é uma das empresas mais reconhecidas e tradicionais do segmento. Para estudar no exterior, fazer high school, viajar nas férias ou ter uma experiência de trabalho, a IE oferece intercâmbios para todas as idades. Acesse o site Oficial: www.ie.com.br.

Redes Sociais IE intercâmbio

https://www.facebook.com/IEintercambio
https://www.instagram.com/ieintercambio/
https://twitter.com/ieintercambio
https://www.youtube.com/user/ieintercambio

Divulgação: Rojas Comunicação
Tel. (11) 3675-4940

Quer saber mais sobre Work Experience ?

→ Work Experience : Saiba mais sobre o intercâmbio

 Meu resumo do Work Experience

 Work Experience : Trabalho em rede de hotelaria

 Work Experience : Feira de Contratação