Viña del Mar e Valparaíso – Dicas do que fazer em 1 dia

Se você está indo para Santiago, não pode deixar de fazer um bate volta para Viña del Mar e Valparaíso. Essas duas cidadezinhas charmosas ficam no litoral chileno, no Oceano Pacífico.

Viña del Mar é uma cidade toda moderninha, com ótima infraestrutura, cheia de lindos jardins e praças, e até um Casino. Valparaíso é uma cidade portuária e é sede do poder legislativo do Chile. Além disso, Valparaíso chama atenção nas suas casinhas coloridas em seus 42 morros.

Como chegar ?

Você tem 3 opções para chegar a Viña del Mar e Valparaíso: carro, ônibus ou excursão.

Falei sobre cada um deles aqui : Como chegar em Valparaíso e Viña del Mar.

Eu optei por ir de excursão com a Destino Chile.

Viña del Mar e Valparaíso

A excursão para Viña del Mar e Valparaíso começou as 8 horas em ponto, quando a van da Destino Chile chegou para nos buscar junto com outros turistas brasileiros. A Dayse, nossa guia, compartilhava histórias e curiosidades de cada lugar que passávamos ao longo da viagem. O Seu Guilhermo, nosso motorista, era uma senhor bem reservado mas com chumbo no pé. Aliás, acho que chumbo no pé parece ser uma característica chilena rsrs.

Rio Tinto Casablanca

Antes de chegar em Viña del Mar e Valparaíso, fizemos uma parada para degustação e compras de vinho no Rio Tinto. Neste local não é cobrado imposto, então os preços são bastante atraentes. Mas o pessoal da van estava comentando que nas vinícolas são ainda mais baratos.

Como eu optei por não fazer nenhum passeio pelas vinícolas, decidi fazer minha compra de vinhos aqui mesmo. Aqui tem vinhos para todos os gostos e bolsos. Comprei 3 vinhos por 22 mil pesos. Se comprasse 1 vinho, sairia por 11 mil pesos.

O lugar também vende doces, azeites e possui também um restaurante. Além disso, ainda possui uma casa de câmbio e uma loja de lembrancinhas.

Porto de Valparaíso

Nossa primeira parada foi na cidade de Valparaíso, no Porto. Assim que descemos da van, ficamos decepcionados com o tempo: frio, neblina e chuvisco. Foi uma pena, pois acho que o Porto ficaria muito mais bonito todo ensolarado.

Ali fica a Plaza Sotomayor e o Mirador Paseo 21 de Mayo, que fazem parte da área histórica de Valparaíso e que foi declara como Patrimonio da Humanidade da Unesco em 2003.

Ao redor do Porto ficam várias barraquinhas de artesanato e lembrancinhas. E no local onde as vans geralmente estacionam fica o melhor churros de doce de leite que comi no Chile. Deixo aqui a propaganda: são 2 por 2 mil pesos.

La Sebastiana

Pablo Neruda foi um importante poeta chileno, que também teve uma grande importância na política do Chile. As três casas de Pablo Neruda se transformaram em museus que guardam muitas de suas coleções. Elas estão em localizadas em Santiago, Isla Negra e em Santiago.

Subimos o morro cheio de curvas e cheio de casinhas coloridas, rumo a La Sebastiana. Perceba que a casa de Pablo Neruda tem forma de barco, o que retrata o quando ele gostava do mar.

Infelizmente não tivemos tempo suficiente de conhecer o museu, coisa que ficará para a próxima visita. Mas de lá podemos ver os jardins da casa e ter uma vista que acredito que seja bonita de Valparaíso. O tempo ainda tava bem fechado, então tudo que consegui ver foi neblina 🙁

Descendo a rua um pouco tem uma pracinha. A praça não tem nada de mais e é super simples. Mas tem umas 3 estátuas do Pueblo Neruda.

Em frente tem um restaurante que comprei uma empanada que supostamente era para ser com carne, mas era de cebola com um pedacinho de carne, e uma coca. Os dois saíram por 2.500 pesos. Essa empanada me fez tão mal, que não consegui comer mais nada o resto do dia.

Leão Marinho

Fizemos essa paradinha rápida na praia de Valparaíso. Pra nossa alegria, o tempo decidiu abrir aquele solzão, o que fez de Valparaíso um lugar de tirar o folego. Ali na praia fomos ver leões marinhos, que estranhamente estavam tomando sol em um pedaço de concreto que ficava no alto. Todo mundo coçava a cabeça e se perguntava: ‘Mas como é que eles foram parar ali?!’.

Relógio de Flores

O Relógio das Flores fica bem na entrada da cidade de Viña del Mar. Basicamente é um grande relógio com flores que formam os números e o nome da cidade. Uma curiosidade é que o relógio foi inaugurado em 1962, na Copa do Mundo. Vinã del Mar foi uma das cidades sede da Copa e onde o Brasil ficou hospedado.

Ali tinha algumas barraquinhas de artesanatos também e alguns artistas vestidos de Capitão América, Deadpool e Homem Aranha tirando fotos em troca de um dinheirinho.

Playa Caleta

Bem em frente do Relógio de Flores, fica a Playa Caleta. Fomos até lá para dar uma paradinha para almoço. Como eu já havia ‘almoçado’ aquela empanada, fui pra praia molhar o pé. A água tava gelada, mas com o calor que tava dava até vontade de dar uns mergulhos.

Museu Fonk

O Museu Fonk possui objetos arqueológicos dos povos nativos e também da história natural do Chile. Além disso, bem ne frente do Museu está uma estátua Moai, da Ilha de Páscoa.

Hoje só existem 6 estátuas que estão fora da Ilha de Páscoa. E uma delas se encontram na frente do Museu Fonk. A estátua foi trazida da Ilha de Páscoa para Valparaíso em 1951, e depois realocado em Viña del Mar em 1988.

Casino Municipal de Viña del Mar

Construído em 1930 com arquitetura grega, o Casino de Viña del Mar é um local bastante turístico. Principalmente para brasileiros, que nunca tiveram a oportunidade de conhecer um casino.

O Casino tem cerca de 1200 máquinas e mais de 80 mesas de jogos. Além disso, o Casino ainda tem bingo e algumas outras atividades.

O Casino foi a nossa última parada em Vinã del Mar. Depois de tirar várias fotos em frente ao Casino, partimos de volta para Santiago. Mas com certeza, voltei com um gostinho de quero mais!

Quer ir para Vinã del Mar e Valparaíso de bate volta também? Anota aqui contatinho da Destino Chile :

Valparaíso e Viña Del Mar com Destino Chile

Originally posted 2018-01-22 08:00:47. Republished by Blog Post Promoter

Deixe um comentário